Vitamina C: para que serve?

A importância da ingestão de vitamina C é conhecida por todos. Ela é fundamental na dieta porque, entre outras coisas, protege contra o dano oxidativo causado pelos radicais livres. Mas, além disso, sabe para que serve a vitamina C e como tomar?

A seguir, vamos explicar todos os benefícios deste nutriente, apontar quando deve considerar a suplementação e mostrar porque o novo suplemento lipossomal é mais eficiente do que os outros.

Pontos-chave

  • A vitamina C serve para proteger contra o escorbuto, ajudar na formação do colagénio e na absorção do ferro.
  • Se não for suprida satisfatoriamente por meio dos alimentos, é recomendado o uso do suplemento alimentar.
  • O suplemento lipossomal da Sundt é a mais nova tecnologia do mercado, e destaca-se por aumentar a biodisponibilidade da vitamina C.

Vitamina C: tudo o que precisa saber

A vitamina C, também conhecida como ácido ascórbico, é um nutriente que o nosso corpo precisa para funcionar bem. Ela serve para manter o nosso organismo saudável em vários aspetos.

Além de ter um alto poder antioxidante, a vitamina C é responsável por nos proteger do escorbuto. O escorbuto é uma condição que provoca sangramento nas gengivas, deixa os dentes suscetíveis à queda e reduz o tempo de cicatrização das feridas.

Médica de jaleco segurando uma laranja e suplemento de vitamina.
A vitamina C é indispensável para manter a nossa saúde e evitar doenças. (Fonte: 73544804/ 123rf.com)

Mas a vitamina C também tem uma relação direta com a formação do colagénio e a absorção de ferro pelo nosso corpo. Por isso, este nutriente serve para melhorar a imunidade, além da saúde dos olhos, do cabelo e da pele.

A vitamina C traz tantos benefícios para a saúde, que a sua falta no organismo pode causar vários prejuízos.

E isso não é tão raro de acontecer, já que nem sempre apenas a ingestão de alimentos ricos em vitamina C é o suficiente. Para manter níveis adequados deste nutriente no nosso corpo, pode ser necessário suplementar.

Vitamina C no organismo: quais os benefícios?

A vitamina C serve para que uma série de processos ocorram diariamente no nosso organismo. Entre as funções mais importantes que lhe são atribuídas, podemos destacar as seguintes:

Vitamina C serve paraDescrição
ImunidadeA vitamina C aumenta a produção de glóbulos brancos, o nível de anticorpos e combate vírus e bactérias
Absorção de ferroEsta vitamina aumenta a biodisponibilidade de ferro, nutriente que evita a anemia e o retardamento do desenvolvimento cognitivo
Produção de colagénioA vitamina C participa da produção do colagénio, uma proteína benéfica para a pele, ossos, dentes, tendões e paredes dos vasos sanguíneos
VisãoEste nutriente combate o envelhecimento, o que ajuda a prevenir a degeneração da mácula na retina
Gripes e constipaçõesA vitamina C atua na prevenção e redução dos sintomas de gripes e constipações
Prevenir derramesNíveis adequados de vitamina C evitam a rutura de coágulos e a formação de placas nas artérias
Evitar doençasA vitamina C é antioxidante e diminui os riscos de diversas doenças, entre elas o cancro, além de processos degenerativos

Para que serve a vitamina C na pele e no rosto?

Além de servir para o pleno funcionamento do organismo e evitar diversas doenças, a vitamina C também tem efeitos positivos na pele do corpo e do rosto.

Quando está presente no corpo, a vitamina C é capaz de evitar o envelhecimento da pele. Isto ocorre justamente por conta do seu alto poder antioxidante e pela sua atuação na formação do colagénio.

O colagénio é uma proteína importantíssima, que proporciona sustentação e firmeza para a pele. Além disso, a vitamina C, ao neutralizar os radicais livres, acaba por proteger a pele contra a degradação do colagénio.

Detalhe de rosto de mulher, bebendo suco de laranja.
A vitamina C previne rugas, clareia manchas e combate o envelhecimento da pele. (Fonte: akz/123rf.com)

Ou seja, além de participar da produção do colagénio, a vitamina C ainda evita a sua perda.

Outra funcionalidade da vitamina C na pele é a capacidade que tem de clarear manchas escuras. Este nutriente apresenta propriedades que ajudam no clareamento de melasma e marcas de acne.

Todos esses benefícios se refletem no grande uso desta vitamina em suplementos, cosméticos e produtos de tratamento. Veja abaixo as principais funções deste nutriente na pele do rosto e do corpo:

  • Combate e previne o envelhecimento cutâneo;
  • Potencializa a proteção do filtro solar;
  • Previne e trata as rugas finas e linhas de expressão;
  • Ajuda no clareamento de manchas;
  • Deixa a pele mais luminosa e firme;
  • Estimula a produção de novas fibras de colagénio e elastina, melhorando a hidratação e o vigor da pele;

Na pele, a vitamina C pode ser usada de forma tópica, por meio de cremes anti-idade, séruns, filtros solares e hidratantes ou através da ingestão de suplementos.

No entanto, antes de utilizar a vitamina C e incluir este nutriente na sua rotina de cuidados diários com a pele, é fundamental que consulte o seu dermatologista para evitar efeitos colaterais.

A vitamina C também serve para o cabelo?

Sim, os fios capilares também se beneficiam da presença da vitamina C no nosso organismo. Afinal, assim como qualquer parte do corpo, também o cabelo precisa de nutrição.

E, mais uma vez, é a atuação desta vitamina sobre a produção de colagénio e o seu alto poder antioxidante que se refletem na saúde dos cabelos.

Afinal, o colagénio fortalece e hidrata os fios. Já a ação antioxidante da vitamina C ajuda a prevenir a irritação e a descamação do couro capilar. Veja a seguir, os mais importantes benefícios da vitamina C para o cabelo:

  • Diminui o pH dos fios: isso faz com que as cutículas se fechem, aumentando o brilho;
  • Protege os fios: ao fechar as cutículas e combater os radicais livres, a vitamina C deixa os cabelos mais fortes e resistentes às químicas;
  • Combate a descamação: a vitamina C serve para evitar que o sebo produzido naturalmente pelo corpo oxide e irrite o couro cabeludo;
  • Elimina resíduos: este nutriente também remove os restos de champô.

Como tomar vitamina C?

Como vimos, o nosso corpo não sintetiza a vitamina C. Por isso, precisamos de adquiri-la de fontes externas como os alimentos e os suplementos. As melhores fontes de alimentos ricos em vitamina C são as frutas frescas como:

  • Frutas cítricas;
  • Goiaba;
  • Tomates;
  • Pimento verde.

No entanto, de acordo com os especialistas, a vitamina C é rapidamente decomposta pelo calor.

Por isso, uma opção mais eficiente é usar suplementos. Mas também nesse caso é preciso atenção, já que a maioria não garante uma boa absorção do nutriente.

A exceção é o suplemento lipossomal da Sundt que foi desenvolvido para agir mais rapidamente no organismo.

O excesso de vitamina C pode fazer mal?

Como a vitamina C é hidrossolúvel, ou seja, ela é diluível em água, é pouco provável que ela possa causar mal. Até porque, quando há excesso deste nutriente no organismo, o próprio corpo trata de eliminá-lo através da urina.

Mas é claro que, dependendo da sua condição de saúde, podem haver exceções. Por exemplo, quem tem algum distúrbio nos rins, pode ter dificuldades em eliminar o excesso de vitamina C.

Colher com cápsulas e um limão no fundo.
Ainda que improvável, o excesso de vitamina C pode gerar alguns efeitos colaterais. (Fonte: JerzyGorecki / Pixabay.com)

Outra situação em que pode ocorrer o excesso de vitamina C é com a ingestão indiscriminada de suplemento.

E os efeitos do uso exagerado não são agradáveis. Alguns deles são: distúrbios gastrointestinais, sobrecarga de ferro e cálculos renais.

Vitamina C: como saber a dose ideal?

De acordo com a Anvisa, a necessidade diária de vitamina C para adultos é de 45 mg. Mas esse valor pode ser ainda maior para gestantes, lactantes e idosos.

De todo o modo, a dose pode variar dependendo da sua necessidade nutricional e condição de saúde. Sendo assim, não dispense a orientação médica.

Quando é preciso suplementar a vitamina C?

Por ser uma vitamina hidrossolúvel, o corpo não armazena a vitamina C em quantidades altas. Justamente por isso, é preciso que o consumo desse nutriente seja diário.

Se não tiver uma alimentação equilibrada, se consumir prioritariamente alimentos cozidos ou tiver alguma doença que dificulte a absorção da vitamina C, a melhor opção será usar o suplemento.

Além disso, observe os sinais que o seu corpo dá. Veja alguns dos sintomas que indicam a falta de vitamina C no organismo:

  • Cansaço, palidez e tontura;
  • Manchas arroxeadas na pele;
  • Deformidades ósseas e aumento do risco de fraturas;
  • Queda do cabelo e enfraquecimento das unhas, cartilagens e articulações;
  • Dor óssea e inchaço no corpo;
  • Tristeza, stress mental e dificuldades de raciocínio;
  • Demora na cicatrização de feridas.

Além disso, como vimos, uma alta deficiência de vitamina C pode causar o escorbuto. Esta doença apresenta sintomas ainda mais graves. Veja alguns deles:

  • Sangramentos, principalmente pela gengiva e nariz;
  • Gengivas doloridas;
  • Queda e amolecimento dos dentes;
  • Inchaço nas articulações;
  • Alterações na pele;
  • Aumento de infeções, como gripes e constipações;

Para evitar todos esses problemas, se suspeitar que sofre de alguma deficiência de vitamina C, consulte o seu médico e considere a suplementação.

Suplemento de vitamina C: lipossomal ou comum?

Na hora de usar um suplemento de vitamina C, é preciso atenção para escolher o melhor. Como são muitas as opções à venda no mercado, vai encontrar uma boa variedade em termos de fórmula e dose.

Mas o principal aspeto que deve levar em conta é o grau de eficiência do suplemento. E isso pode ser medido pela forma como o produto é desenvolvido.

Por exemplo, o suplemento lipossomal da Sundt foi fabricado com uma tecnologia que aumenta a biodisponibilidade da vitamina C.

Mulher segurando comprimido e copo com água.
O suplemento lipossomal aumenta a eficácia de absorção da vitamina C no nosso corpo. (Fonte: JESHOOTS.com / Pexels.com)

O suplemento da Sundt funciona assim: a cápsula é envolvida por camadas de lipossomas que, por sua vez, agilizam a digestão e absorção do nutriente.

Com isso, o suplemento lipossomal faz com que toda a vitamina C seja absorvida integralmente no organismo, o que não ocorre com os outros suplementos.

Outra vantagem do suplemento lipossomal de vitamina C da Sundt é que a sua tecnologia ainda minimiza os riscos de problemas gastrointestinais.


Conclusão

A vitamina C serve para evitar doenças, fortalecer a imunidade, pele e cabelos. A sua falta pode gerar sérios problemas de saúde. E como nem sempre a alimentação consegue suprir a nossa necessidade nutricional, pode ser preciso suplementar.

O suplemento lipossomal de vitamina C da Sundt chegou para revolucionar o mercado. Como ele consegue aumentar e acelerar a taxa de absorção do nutriente pelo corpo, os benefícios da vitamina C são sentidos integralmente.

(Foto da imagem destacada: 87942962 / 123rf.com)

Referências(3)

  1. A importância da vitamina C na sociedade através dos tempos - Revista Química Nova na Escola (QNEsc) da Sociedade Brasileira de Química
  2. Utilização da vitamina C nas alterações estéticas do envelhecimento cutâneo - Universidade do Vale do Itajaí (Univali)
  3. "Vitamina C"; Brasil Escola. SANTOS, Vanessa Sardinha dos.
Anterior Vitamina D baixa: causas, consequências e tratamento Próximo Vitamina B12: para que serve e como aproveitar os seus benefícios
Artigo
A importância da vitamina C na sociedade através dos tempos - Revista Química Nova na Escola (QNEsc) da Sociedade Brasileira de Química
Ir para a fonte
Artigo científico
Utilização da vitamina C nas alterações estéticas do envelhecimento cutâneo - Universidade do Vale do Itajaí (Univali)
Ir para a fonte
Artigo
"Vitamina C"; Brasil Escola. SANTOS, Vanessa Sardinha dos.
Ir para a fonte